PRONTO SOCORRO

Cao1

 

1. Analisar se o caso é de emergência ou urgência

Emergência - Requer medidas imediatas das quais a vida do animal irá depender. Como por exemplo; hemorragias, paradas cardíacas e respiratórias, atropelamentos, envenenamentos, choques elétricos, afogamentos, inalação de fumaça nos incêndios.

Urgência - São casos de menor gravidade, que devem ser socorridos a tempo, para que o animal não tenha problemas mais graves. Como por exemplo: vômitos ou diarréias, piometras (infecção uterina nas cadelas), ausência de urina por mais de 24h, convulsões e outros.

2. Procure sempre manter a calma, em desespero você pode cometer erros ou não conseguir colocar em prática medidas simples e importantes.

3. Procure sempre perceber quando seu animal entra em estado de choque, nesse estado ele fica deficiente ao suprir o sangue para os órgão vitais, oque pode ser fatal.

Sintomas do estado de choque

A temperatura do corpo baixa, principalmente patas e orelhas.
Batimentos cardíacos acelerados
Respiração acelerada
Pode haver ou não perda de consciência
Gengivas muito pálidas

O animal pode entrar em choque em casos de hemorragias graves, atropelamentos, envenenamentos, choques elétricos intensos, desidratação grave, queimaduras e outras situações de emergência.

O que fazer:

- Manter o animal deitado de lado.
- Manter a cabeça e região do tronco mais baixo do que a parte traseira do corpo. Isso para que o sangue chegue até o coração e o cérebro.
- Aquecer o animal, com um cobertor ou uma bolsa de água quente.
- Coloque a língua do animal para fora de um dos lados da boca, para garantir que a respiração não seja obstruída.
- Estanque qualquer hemorragia.

4. Transportar ou movimentar o animal com delicadeza, se possível improvise uma maca.

5. Procurar o auxílio veterinário o mais rápido possível, por isso tenha sempre a mão o telefone e o endereço do hospital veterinário com plantão 24 horas.

Parada Cardíaca ou pulmonar

Ocorre em animais que receberam um forte choque ao morder um fio elétrico, foram atropelados, sofreram quedas e traumatismos graves, em casos de animais cardíacos, em afogamentos , etc.

Quais os sinais: Coloque a mão do lado esquerdo do peito do animal se não houver sinais de batimentos cardíacos e/ou observe o tórax do animal, não houver movimentos respiratórios.

O que fazer:

Você deve realizar uma massagem cardíaca e respiração artificial dentro de, no máximo 5 minutos.

Como fazer a respiração artificial - Com a sua mão feche bem a boca do animal segurando firmemente o focinho. Eleve a cabeça do animal e encoste sua boca no focinho dele ( você pode usar um lenço fino para evitar o contato direto). Sopre para dentro das narinas até sentir que o peito do animal se eleva. Dente a cabeça do animal e pressione o peito dele delicadamente para que saia o ar. Em um minuto, repita o procedimento de 8 a 10 vezes. Verifique se o animal volta a respirar. Continue a respiração artificial caso o animal, caso ele ainda não esteja respirando. Alterne o procedimento com outra pessoa se você se cansar.

Como fazer a massagem cardíaca - O cão deve estar deitado sobre o lado direito. Coloque a palma de sua mão sobre o coração do animal. Faça uma pressão firme e rápida sobre a região e solte. Você deve pressionar rapidamente e soltar uma vez por segundo. No caso de cães muito pequenos ou gatos, usar a ponta dos dedos para pressionar o coração. Massagear por um minuto e observar se os batimentos cardíacos volta. Continue fazendo esse procedimento a caminho do veterinário caso o animal ainda não tenha voltado a ter sinais respiratórios ou cardíacos. Se você não tiver acesso rápido a um veterinário e já realizou a ressuscitação por mais de 30 minutos, sem sucesso, dificilmente o animal sobreviverá.



Patas_2VOLTAR

 

 

Principais Raças: Dálmata, Golden Retriever, Bernese Mountain Dog, Terra Nova-Newfoundland, Terra Nova Landseer, Beagle Tricolor e Beagle Bicolor,  Lindos Filhotes, Cães com Pedigree CBKC/FCI e Sobraci,  Kennel Clube Campineiro, Vacinados com V10 Importada da Pfizer - Vanguard, Vermifugados, Desparasitados, Contrato de Compra e Venda, Manual do Filhote , Controle Total de Displasia ,  Faça já sua reserva, Serviço de Hospedagem, Confira nossos vídeos, Filhotes Disponíveis, Canil localizado em Monte Alegre do Sul - Interior de São Paulo (Próx. à Campinas) - Fone (19) 99812-0494 / (13) 99799-4494

Todos os Direitos Reservados

  Site Map